Profissionais da saúde e autoridades têm destacado a importância das pessoas evitarem aglomerações e o contato próximo com outras pessoas. Esta ênfase no distanciamento social existe porque a transmissão do vírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

– Espirro
– Tosse
– Gotículas de saliva
– Contato físico com uma pessoa infectada
– Toque em objetos ou superfícies contaminadas (seguido de contato com boca, nariz ou olhos)

Assim, para reduzir as chances de transmissão, a orientação é não permanecer perto de um grande número de pessoas, não importando a faixa etária, evitando locais como por exemplo, clubes, piscinas, praias, bares e casas noturnas, bem como, eventos públicos.